Cultura de TI

Estabelecer uma cultura de TI positiva é uma jornada desafiadora, mas que vale a pena o esforço. Conforme a pesquisa recente da PwC, 80% dos executivos afirmam que ter uma cultura forte não apenas impulsiona a adaptabilidade organizacional, mas também fornece uma vantagem competitiva.

Entretanto, muitas empresas não conseguem ver retorno direto do investimento. A razão disso é que a maioria acredita que educar os colaboradores sobre as metas do negócio será suficiente, quando na verdade, este é só o começo. Também é necessário estabelecer métricas de liderança e estruturas de remuneração para reforçar os comportamentos positivos, entre outras ações.

Cultura de TI como vantagem competitiva

Você gostaria de conhecer os métodos de desenvolver uma cultura de TI forte, colaborativa e resiliente? Veja abaixo as características-chave para implantar ou aprimorar sua cultura de TI.

1 – Organização com foco em pessoas

Primeiramente, estabelecer uma cultura de TI pede uma organização operacional, processual e estratégica. Tudo começa com uma análise de mercado, onde você e sua equipe devem prever possíveis impactos ao negócio.

Com os impactos listados, vocês devem idealizar soluções com possibilidade de serem testadas e escaladas. É importante que todos vejam sentido nos objetivos e nas ações, pois os resultados só serão alcançados se todos estiverem engajados.

Para isso, procure conhecer seu time e se preocupar verdadeiramente com a forma que eles se sentem. No início de reuniões, pergunte como estão fora do trabalho. Crie um ambiente em que as pessoas podem se abrir e compartilhar, pois isso aumenta a união e a confiança.

Leia também: O que destaca um bom profissional de TI

2 – Comunicação interna aprimorada

Se estamos falando de times unidos em uma cultura de TI, a comunicação é uma peça indispensável. É ela que permitirá que gestores e profissionais compartilhem experiências e implementem melhorias.

Medidas simples como enviar mais e-mails reforçando as prioridades podem ajudar a manter todos do setor de TI na mesma página. Tente documentar tudo o que for técnico demais, ou instruções e decisões tomadas em acordo. Deixe as reuniões para momentos mais pessoais entre a equipe, onde todos podem se atualizar e interagir.

É importante que o time se sinta parte do todo e livre para colaborar. Ou seja, as decisões não podem ser empurradas, mas debatidas em conjunto e devidamente repassadas por meio dos canais internos.

Leia também: 10 perfis da área de tecnologia que você deve seguir

3 – Infraestrutura confiável

A princípio, não importa se a empresa trabalha no modelo outsourcing ou mantêm a própria infraestrutura tecnológica. Em todos os casos, é preciso ter um bom fornecedor de confiança para implementar ferramentas que ajudem o time.

Por isso, considere um provedor experiente e que demonstre o interesse real em apoiar sua empresa. Assim, você poderá construir uma parceria de valor, e principalmente, de confiança. Afinal, se até mesmo os seus parceiros conhecerem sua missão e colaborarem com ela, você poderá construir relacionamentos mais fortes e uma cultura de TI mais duradoura.

Leia também: Segurança em nuvem reduz custos de 79% das empresas

4 – Flexibilidade para os feedbacks

Uma cultura de TI resiliente é baseada em feedbacks que apontam o que está funcionando ou não. Por mais que a zona de conforto seja difícil de ser superada, mudanças fazem parte da rotina de um mercado de tecnologia. As pessoas estarão dispostas a mudar à medida que entendem o propósito dessa alteração, e o desafio para a liderança é entender e saber que a mudança é possível a partir de feedbacks claros.

Portanto, para manter sua equipe engajada em uma cultura de feedbacks, promova treinamentos e métodos de recompensar quem se comunica positivamente. Incentive o feedback imediato, direto e claro, evitando assim que o time postergue conversas importantes ou leve para o pessoal o que deveria ser uma melhoria profissional.

5 – Equipe de suporte preparada

Por fim, mas não menos importante, uma cultura de TI deve ser apoiada por uma equipe de suporte técnico e operacional. Só assim será possível conquistar a transformação digital, afinal, dúvidas irão surgir conforme as mudanças.

Mudar sem falhar no início é praticamente impossível. Errar rápido para aprimorar logo a organização é essencial, e então, é preciso ter uma equipe pronta para solucionar os problemas que surgem. Prepare sua equipe de suporte para ser ágil e assertiva, assim, sua cultura de TI será mais forte.

Uma cultura de TI é feita de engajamento e eficiência

Alcançar a transformação digital e melhores experiências aos usuários é realmente uma jornada longa, mas recompensadora. Proporcionar uma cultura de TI firme é uma forma de abrir caminho para um futuro de crescimento sustentável.

Com respeito mútuo em um time de pessoas certas, você será capaz de liderar engajando todos em objetivos que foram elaborados em conjunto. A comunicação e os feedbacks sustentarão a busca por essas metas, e uma equipe de suporte preparada, além de bons fornecedores e parceiros, garantirão que a empresa saiba onde está pisando.

Por mais desafiador que possa ser o processo, é muito recompensador não só colher os resultados, mas ver sua equipe integrada e motivada.

Evoluir com segurança e cultura de TI

Afinal, a partir do momento que o departamento de TI deixa de ser encarado apenas como mais um setor técnico, toda a empresa passa a depositar mais confiança e reconhecimento na equipe como também responsável pelos resultados.

A cultura de TI garantirá que o departamento seja compreendido como uma parte vital na luta para evoluir com segurança.

Gostou de conhecer as características para uma cultura de TI forte? Continue se atualizando sobre tecnologia no blog da AMTI!

Categories:

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *