Backup de dados

O backup de dados tende a ganhar cada vez mais protagonismo nas retaguardas de TI. Indispensável para as estratégias de disaster recovery, o backup ajuda a garantir o sigilo, integridade e disponibilidade das informações.

Aqui no blog, você vem acompanhando o quanto os incidentes de segurança são cada vez mais frequentes. Algumas empresas levam dias para restabelecer suas operações, gerando prejuízo e insegurança. Um exemplo foi o ataque hacker ao TRF, que suspendeu o sistema por 12 dias.

Diante da transformação digital e da crescente dependência dos dados para a operação e gestão das organizações, fica clara a urgência da conscientização sobre um plano de recuperação de dados. Segundo a pesquisa global realizada pela Dimensional Research, 74% das empresas de médio porte consultadas sofreram perda de dados em um período de cinco anos.

Assim, para que a sua empresa não faça parte dessa estatística, trouxemos para você as principais razões para o backup de dados ser um pilar da sua estratégia de segurança da informação.

Backup de dados não é mais opcional

Atualmente, as empresas estão gerenciando cada vez mais informações. Isso potencializa os riscos na mesma proporção. O estudo Global Data Protection Index – GDPI, da Dell Technologies em 2021, mostrou que hoje as organizações lidam com um volume de dados 10 vezes maior do que cinco anos atrás.

Leia também: Tendências para 2022 – Uso de dados como catalisador dos negócios

Ou seja, é urgente que os decisores de tecnologia adotem tecnologias avançadas de backup de dados para garantir que os negócios não sejam interrompidos. Hoje, a maioria das empresas ainda vê o backup como a última linha de proteção. Porém, a segurança de dados deve envolver mais do que a cópia de informações sensíveis.

Quando falamos de proteção de dados, uma proteção moderna deve acompanhar soluções de recuperação e resposta a incidentes. É preciso envolver restauração, replicação para um site de Disaster Recovery e uma proteção de dados imutável. Só assim é possível proteger os ativos estratégicos do negócio.

A melhor solução contra o ransomware

Segundo Paulo Vendramini, Diretor de Vendas Indiretas para a América Latina da Veritas, existem dois fatores principais para o aquecimento da demanda por melhor Governança de Dados. São eles: a disseminação de ransomwares, e a adoção de diversas nuvens na área empresarial.

Frequentemente, as defesas de perímetro como antivírus e firewalls não são suficientes para impedir que invasores acessem dados críticos. “Com o backup de dados forte, seguro e eficaz, gerenciado por uma solução unificada de recuperação, as empresas podem retomar rapidamente aos negócios após uma violação provocada por ransomware sem querer considerar o pagamento do resgate”, explica Vendramini.

Assim também é a questão do ambiente multinuvem. As nuvens múltiplas escancaram as vulnerabilidades, o que traz novos desafios de gerenciamento, incluindo custos inesperados e maior exposição a malwares.

Desse modo, o backup se tornou uma ferramenta vital para empresas de todos os portes e segmentos. Destaque para todos os portes, afinal, com a proporção que os ataques às grandes corporações tomam na imprensa, é comum ter uma impressão errada de que apenas esse porte é visado. Porém, 43% dos crimes virtuais são direcionados a pequenas empresas, com apenas 14% delas estando aptas a se defender, segundo dados da Accenture.

Como andam as perdas generalizadas de dados

Conforme a pesquisa global encomendada pela Arcserve, vemos a importância de contar com um plano de recuperação rápido e eficaz para qualquer tipo de organização.

  • 74% das empresas de médio porte consultadas sofreram perda de dados nos últimos cinco anos;
  • 52% dos participantes não conseguiram recuperar todos os seus dados após uma perda;
  • 94% afirmaram que a perda de dados impactou na forma de operação de suas equipes de TI;
  • 69% dos entrevistados reconheceram que precisam revisar seus planos de recuperação de dados;
  • 23% das empresas pesquisadas não testam seus planos de recuperação de dados.

O estudo foi realizado entre outubro e novembro de 2020, e abordou empresas de 100 até 2,5 mil funcionários e pelo menos 5 TB de dados.

Backup de dados além do tradicional

Diante do que vimos até aqui, é notável que o backup tradicional em ambientes locais já não é o suficiente. É preciso suportar também ambientes em cloud, bem como os ambientes híbridos.

Leia também: Segurança em nuvem reduz custos de 79% das empresas

Assim, as empresas precisam contar com soluções abrangentes e integradas de gestão, proteção e recuperação de dados. Essas soluções devem ser unificadas para que seja possível lidar com a quantidade e variedade crescente de volume de dados.

Recentemente, vemos que o recurso de imutabilidade dos dados ganhou muita relevância. Com ele, é possível converter as informações em formato de gravação, impedindo eventuais alterações e reforçando a defesa contra ataques de ransomware.

Backup de dados: alta demanda para Hardened repository

De acordo com Tomas Dacoba, Diretor de Marketing da Veeam para América Latina, as soluções de backup mais demandadas do mercado atualmente são as que oferecem funcionalidades como a imutabilidade e o hardened repository. “Cria-se uma cópia segundária em um estado imutável e é totalmente protegida contra ações maliciosas, mesmo de agentes internos”, detalha Dacoba.

Além disso, outra tecnologia que vem ganhando destaque é a Instant Recovery. Ela garante alta velocidade no processo de resgate dos dados em cópia de segurança e de retomada das operações. Para agilizar também o acesso dos usuários, hoje é possível optar pela combinação do SSD NVMe – Non- Volatile Memory Express, tecnologia que propicia velocidade no acesso à memória não volátil, com um D de alta capacidade.

Por fim, a Inteligência Artificial e o Aprendizado de Máquina estão cada vez mais inseridos na proteção de dados para provisionar, otimizar e reparar serviços de gerenciamento de forma autônoma. Ferramentas com esses recursos capacitam os usuários finais a habilitar a proteção e a recuperação de dados. Dessa forma, a equipe de TI fica livre para se concentrar em atividades estratégicas.

Segurança não precisa ser complexa

Ao contrário do que se acredita, para isso não é necessário investir em equipamentos onerosos, nem realizar processos complexos. Neste caso, é essencial escolher um parceiro especialista em infraestrutura de TI, que ficará responsável pela execução de toda a estratégia, que é rápida e não impacta a rotina da organização.   

E, sem dúvida, a AMTI, empresa de tecnologia sediada em Maringá, pode ajudar sua empresa! Somos especialistas em MCSP (Managed Cloud Service Provider), Engenharia de Datacenters e construção de ambientes estáveis, escaláveis e flexíveis e temos como lema ajudar sua empresa #sempre!

Para saber mais sobre o que acontece no mercado de TI e como podemos ajudar, fique sempre ligado no Blog da AMTI!

Categories:

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *