O conceito que permeia a atualidade é o da hiperconectividade, no qual pessoas, dispositivos e inteligências computacionais estão conectados a todo momento, para diversos fins. Nesse cenário, a Internet das Coisas representa a capacidade das coisas “se falarem”, trocarem informações e aprenderem com as instruções recebidas ao longo do tempo.
Toda a evolução tecnológica recente — que inclui mobilidade e computação em nuvem — transformou o modo como as empresas encaram a tecnologia da informação (TI). Atualmente, elas perceberam que precisam ser mais dinâmicas para acompanhar a velocidade das oportunidades e as evoluções da área. É aí que o conceito de TI Bimodal pode ajudar. Criado pelo Gartner Group em 2014, o modelo prevê uma infraestrutura de TI tradicional, estável, integrada e eficiente.
Hoje a tecnologia é uma das principais ferramentas para a gestão de um negócio — não importa se a empresa é de pequeno, médio ou grande porte. A informação, por exemplo, tomou proporções incríveis e quem tem a capacidade de trabalhar com isso de forma eficiente pode otimizar os resultados em todos os setores. Pensando nisso, listamos os 7 principais argumentos para convencer a diretoria da sua empresa que o investimento em TI é indispensável para o negócio. Leia e entenda melhor!
Nesta semana a gigante dos brinquedos americana Toys ‘R’ Us entrou com pedido de falência na justiça norte-americana. Por que isso me chamou tanto a atenção?
O mercado de TI, hoje, está com o olhar voltado para as soluções em nuvem, como o Backup as a Service (BaaS) e o Disaster Recovery as a Service (DRaaS). O motivo é simples: a Cloud Computing trouxe benefícios significativos relacionados à redução de custos, eficiência e agilidade.
Máquinas que conversam entre si já são, há algum tempo, uma realidade do nosso cotidiano. Às vezes nem percebemos que elas estão se comunicando. É um fato, porém, que esse movimento não tem mais retorno: daqui para a frente, cada vez mais, a internet das coisas (Internet of Things, IoT) será incorporada aos mais diversos dispositivos.
A Edge Computing é um aprimoramento da Internet das Coisas e vai beneficiar mutias empresas do setor industrial. Essa solução já é possível. Confira.
A internet das coisas tem mudado a vida de muitas pessoas, seja na âmbito pessoal ou no profissional. Mas, será que ela pode contribuir na sua empresa? Descubra aqui.
Estratégia de TI ou estratégia de negócios? Muito tem-se falado sobre como a sinergia entre CIO, CEO e gerentes de negócios pode trazer ótimos resultados para empresas. E o desempenho da TI focado no core business é a essência dessa conversa. Por isso, listamos 4 medidas para incorporar as estratégias de TI nos objetivos da empresa.
O setor de TI tem sido visto como uma área estratégica dentro das empresas, colocando o CIO e sua equipe como os grandes responsáveis pela redução nos custos. E consequentemente o aumento dos lucros. Em outras palavras, o setor de TI ganhou voz ativa nas tomadas de decisões. Por isso, separamos algumas dicas e informações para você entender o porquê disso.

Av. Guedner, 377 - Zona 08, Maringá - PR, 87050-390 | 0800 400 1710 | [email protected]